Coro Sénior da Fundação

Tendo tido origem no programa ARTES da Fundação, a constituição do Coro Sénior procurou ir ao encontro do espírito que presidiu ao Ano Europeu do Envelhecimento Ativo e da Solidariedade entre Gerações em 2012.

A música, pela sua universalidade, tem tido um enorme sucesso na integração do indivíduo na sociedade pela importância que a prática artística tem na descoberta de novas linguagens, possibilitando oportunidades de comunicação entre os membros de diferentes comunidades. 

Para além da sua vertente lúdica, constitui um poderoso estímulo sensorial e cognitivo, ajudando pessoas de todas as gerações a manterem-se ativas e participativas, o que é particularmente relevante nas gerações mais velhas. O Coro, composto por dezenas de membros, faz a sua aposta num repertório variado, em que o rock, o pop e a música popular portuguesa se misturam, numa amálgama de canções pertencentes ao círculo de referências nacional.

O Coro Sénior da Fundação Manuel António da Mota ensaia o seu repertório no auditório da Fundação, mantendo a realização de um conjunto de apresentações públicas, por iniciativa própria ou a convite de outras instituições.