Prémio Fundação Manuel António da Mota para Clubes UNESCO

Criar alicerces na sociedade, construir pontes para a paz

O Prémio “Fundação Manuel António da Mota para Clubes UNESCO” é promovido pela CNU – Comissão Nacional da UNESCO e patrocinado pela Fundação.
É atribuído anualmente a Clubes UNESCO pertencentes à Rede Portuguesa.

O Prémio tem por base um concurso que pretende selecionar, a nível nacional, os Clubes UNESCO que se destacam, na sua atividade anual, pelo alcance das suas iniciativas em prol da promoção dos valores defendidos pela UNESCO, contribuindo igualmente para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

São objetivos do Prémio reconhecer e valorizar publicamente o papel desenvolvido pelos Centros e Clubes UNESCO de divulgação e promoção da organização, dos seus ideais e das suas áreas de ação; premiar, anualmente, o Clube UNESCO que, pela sua atividade, se tenha destacado no ano anterior ao da atribuição do Prémio; apoiar financeiramente os projetos e iniciativas desenvolvidos pelos Clubes UNESCO.

Na sua 1ª edição, em 2020, o Centro UNESCO de Amarante, com o projeto “Plataforma digital da Rede Portuguesa de Clubes UNESCO” e o Clube UNESCO “Cresaçor”, com o projeto “Semana dos Direitos Humanos – O poder da mensagem”, venceram ex aequo o Prémio “Fundação Manuel António da Mota para Clubes UNESCO – Criar alicerces na sociedade, construir pontes para a paz”. O júri foi constituído por um representante da Fundação Manuel António da Mota, um representante da Federação de Associações, Centros e Clubes UNESCO e um representante da Comissão Nacional da UNESCO.

Considerou o júri que ambos os projetos eram importantes, por permitirem um maior conhecimento e projeção da Rede de Clubes UNESCO, tanto a nível interno como externo, passando uma mensagem de complementaridade e união e procurando debater questões prementes como os direitos humanos e o papel da comunicação social.