Associação Portuguesa de Esclerose Lateral Amiotrófica [APELA]

A APELA é uma organização não governamental sem fins lucrativos com estatuto de IPSS, fundada em 1997, por iniciativa do Professor Doutor Mamede de Carvalho e com o apoio da Professora Doutora Sales Luís. Esta Associação tem por objectivos promover a divulgação da natureza da doença junto da sociedade civil, doentes, famílias, médicos e todo o pessoal técnico ligado à área da saúde bem como apoiar os seus doentes e familiares, no sentido de os esclarecer e ajudar na resolução dos seus variados problemas.

A esclerose lateral amiotrófica é uma doença neurodegenerativa mortal, resultando numa sobrevida que pode ir dos 6 meses aos 5 anos após os primeiros sintomas. Existem em Portugal cerca de 800 casos conhecidos, sendo anualmente diagnosticados cerca de 200 novos casos.

Na sequência do repto lançado pela Mota-Engil Central Europe, a Fundação Manuel António da Mota, participou em 2014 na campanha Balde de Água Gelada (Ice Bucket Challange), e concedeu um donativo, associando-se assim aos esforços desta Associação no apoio aos portugueses que padecem desta doença.

No quadro da expansão da sua actividade a novas geografias, a APELA abriu no Porto em 2016 uma nova delegação.

A Fundação apoiou a APELA neste esforço de alargamento das suas actividades, com os inerentes custos que lhe estão associados.