APOIOS

A Fundação apoia as instituições que trabalham em favor
do desenvolvimento educativo e contribuem para a valorização
do potencial humano dos jovens e adultos

  • Página: 1/2
  • Próximo
  • Agrupamento de Escolas da Lourinhã

    O Agrupamento de Escolas da Lourinhã promoveu uma visita de estudo a Alcácer do Sal, especialmente dirigida aos alunos do 2º ciclo, como forma de lhes dar a conhecer outras realidades culturais e paisagísticas de Portugal.

    A Fundação apoiou a escola com um donativo destinado a viabilizar a deslocação dos alunos com maiores dificuldades económicas.

  • Agrupamento de Escolas Amadeo Souza-Cardoso

    O Agrupamento de Escolas Amadeu Souza-Cardoso, concelho de Amarante, decidiu promover a publicação de um Jornal Escolar, o Amadeozito, como forma de incentivar a criatividade, expressividade e fomentar a leitura, além de ser um meio privilegiado na divulgação de todas as atividades realizadas ao longo do ano pelos alunos do Agrupamento.

    Reconhecendo a importância deste projeto, a Fundação concedeu um donativo ao Agrupamento visando apoiar a edição da publicação.

    A Fundação materializou novo apoio a favor da escola, desta feita para ajudar a financiar o projeto “Garrafombos” e que se traduz na promoção da música e dos valores culturais tradicionais junto dos alunos

  • Arco Maior – A cidade tem resposta ao abandono escolar precoce

    As crianças e os jovens em situação de absentismo ou abandono escolar constituem uma das principais preocupações das entidades que lidam com este fenómeno.

    No caso particular da cidade do Porto, a situação de abandono escolar afigura-se como muito preocupante. O facto de estas crianças e jovens não encontrarem uma resposta educativa adequada tem reclamado a emergência de uma solução. Os problemas do absentismo e do abandono escolares não são estritamente escolares, antes configuram realidades sociais mais complexas que reclamam repostas sociais também mais elaboradas.

    Neste contexto surgiu o projeto Arco Maior visando a integração dos jovens em processo efetivo de abandono escolar e que consiste na promoção educativa e na certificação e integração escolar e social de jovens que não encontraram resposta nas ofertas de educação e formação existentes.

    O Arco Maior, envolvendo em parceria o Ministério da Educação, a Santa Casa da Misericórdia do Porto (SCMP), o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) e a Universidade Católica (UCP-FEP), em articulação com vários outros parceiros, pretende afirmar-se como uma dinâmica socioeducativa de transição entre o risco da exclusão e de marginalidade e a cidadania e a inclusão social.

    A Fundação, ciente da relevância social e educativa deste projeto e em linha com o que são as suas preocupações neste domínio, associou-se como parceira do seu arranque no ano letivo de 2013/2014 financiando as suas atividades e que funcionará em instalações cedidas pela Santa Casa da Misericórdia do Porto.

  • Associação para a Educação de Segunda Oportunidade

    A Associação para a Educação de Segunda Oportunidade - AE2O é uma associação sem fins lucrativos, sedeada no concelho de Matosinhos, cujo principal objetivo é promover a educação de segunda oportunidade, trabalhando especialmente com jovens desfavorecidos com baixas qualificações escolares e profissionais e em risco de exclusão social.

    Esta escola, pioneira em Portugal, é a única entidade portuguesa a integrar a rede europeia de Escolas de 2ª Oportunidade.

    A Escola de Segunda Oportunidade de Matosinhos é uma resposta socioeducativa dirigida aos jovens que abandonam a escola sem terem obtido as qualificações mínimas adequadas para aceder a um emprego ou a novos percursos de formação, a maior parte das vezes, sem possuírem competências sociais básicas que lhes permitam uma adequada integração social e ocupacional.

    Reconhecendo a importância social e o pioneirismo deste projeto, a Fundação tem vindo a apoiar regularmente as atividades da instituição.

  • Associação de Pais da Escola EB 2/3 de Amarante

    A Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola EB 2/3 de Amarante, em colaboração com a Associação de Estudantes, promoveu uma campanha de angariação de fundos tendo em vista ajudar a custear equipamentos desportivos e visitas de estudo de alunos carenciados.

    A Fundação associou-se a esta campanha através da atribuição de um donativo para financiamento destas iniciativas.

  • Associação de Pais da Escola da Ponte

    A Escola da Ponte é uma escola do 1º ciclo do ensino básico integrada no Agrupamento Vertical de Escolas Manoel de Oliveira da cidade do Porto.

    O edifício da escola é antigo, composto por dois pisos, uma cave e uma sala de aula em coberto anexo, dispondo ainda de uma área de recreio e de uma cantina.

    Face às más condições de insonorização da cantina e a seu pedido, a Fundação apoiou a Associação de Pais na colocação de um revestimento no teto da cantina, destinado a melhorar as suas condições acústicas e contribuindo deste modo, para promover o conforto da sua utilização por parte dos alunos e demais utilizadores deste espaço.

  • Associação de Pais da Escola da Prozela

    A Escola da Prozela é uma escola do ensino básico e jardim infantil situada junto ao Aeroporto Francisco Sá Carneiro no concelho da Maia.

    Em 2013 a Fundação apoiou a festa de Natal organizada pela Associação de Pais desta Escola através de um contributo financeiro a favor da Associação.

    Em 2014 a Fundação renova o seu apoio a esta Escola, ajudando a custear a aquisição de um novo pavimento para um dos seus espaços recreativos e desportivos.

  • Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola EB 1,2 e 3 do Marão

    A Associação de Pais deste estabelecimento de ensino básico do concelho de Amarante, inserida numa das zonas mais desfavorecidas do concelho, propôs-se adquirir jogos didáticos e material lúdico para a sala de convívio da escola, ajudando a melhorar a fruição desse espaço por parte dos alunos.

    A Fundação apoiou a Associação na aquisição do material educativo.

  • Associação Pais e Encarregados de Educação Escola Secundária do Cerco

    A Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola Secundária do Cerco (APECERCO), no Porto, organizou uma viagem a Itália para os alunos finalistas, procurando proporcionar a estudantes oriundos de um meio social desfavorecido um contacto com a realidade de outros países e culturas.

    A Fundação concedeu um donativo à APECERCO destinado a apoiar a realização das despesas com esta viagem.

  • Associação de Pais da Escola Secundária de Amarante

    Uma aluna frequentadora da Escola Secundária de Amarante padece de uma doença do foro oncológico (linfoma) que a impede de frequentar as aulas até ao final do ano letivo de 2014/2015.

    No sentido de permitir que a aluna tenha aulas à distância e de modo a potenciar o seu aproveitamento académico, a Fundação, a pedido da Associação de Pais da Escola e tendo em conta a inserção da aluna numa família de baixos recursos económicos, financiou a aquisição de um computador com câmara de filmar.